sexta-feira, 23 de setembro de 2005

Inseto!!

Meus amigos, eis aqui um texto de raiva, depois de um fato ruim. Confiram:

Inseto!!

Sei que você enxerga o sol em todas as coisas.
Sei que, apesar disso, em verdade pouco vislumbra.
Está tão pouco capacitado para isto, porque o sol lhe cega...

Eu, daqui de minhas trevas, vejo algo mais.
Sei bem que há algo que ilumina as trevas às vezes, mas apenas às vezes.
Portanto, também posso imaginar-me feliz.
E quase sou,
apenas quase...

Porque não posso ignorar aquilo que você ignora,
estas palavras agora se tornam violentas,
pois este é um mundo violento
onde você sorri enquanto lhe quebram os dentes à porrada.

Dalí bem sabia que o tempo escorre
e você não faz nada...

Apenas uma formiga vagabunda.
Mero inseto.
Sim, inseto é o que você é.
Sua tragédia, você mantém oculta à percepção enquanto monstros horrendos lhe pisam com seus solados de borracha.
Você permite que eles sorriam entre si,
quando o sangue ou qualquer outra substância é sua certeza.

Saí à noite e lhe vi dançando,
ainda que com marcas de alguma tortura.
Nada tão doce que não possa atrair outros desgraçados,
outros insetos
E reconheço... é bem necessário a você.

Sempre que eu apareço, com minhas palavras virulentas,
você nada diz.
Nada que seja importante,
que cause o mínimo interesse.
Acorde para o que é...
ou apenas dance.
Dance, inseto!!
Talvez eu faça o mesmo por um instante.
Depois, eu parto
e durante a semana, você morre.

Inseto vagabundo!
Apenas dance!!


Amigos viajantes, é isto! Bom, somos todos insetos, de uma forma ou de outra. Bem que gostaria de ser diferente disso... apanhar cansa. Bom, vou ver se consigo algo diferente. Beijos e abraços!! Até a próxima!!

NA MINHA VITROLA: David Bowie - China Girl > Santana - Guajira.

2 comentários:

Anônimo disse...

Best regards from NY! »

Anônimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! » » »