quinta-feira, 26 de outubro de 2006

Videar # 9998 - Elliott Smith Clipe 3

Elliott Smith - Son Of Sam


Elliott Smith... talvez o último ídolo possível. Um músico de composições singelas e ao mesmo tempo sombrias, letras nas quais senti minha alma espelhada. Não sempre, mas muitas vezes.

Dia 21 de outubro marcou o terceiro aniversário de morte de Elliott. Não foi o álcool, não foram as drogas. E, eu particularmente, não creio na suspeita de que sua então namorada, Jennifer Chiba, tenha esfaqueado Elliott no peito por duas vezes.

Tinha 34 e estava limpo. Além do álcool e das drogas, também largara os antidepressivos e o tratamento. Bom, de acordo com a versão oficial, ele suicidou-se.

Ele conhecia a dor. Conhecendo e expondo sua dor, expunha também a nossa. Não é, certamente, para qualquer um acompanhar. As pessoas parecem muito propensas a escapar da dor. Não as condeno, mas prefiro encarar os meus abismos, como já coloquei em alguns textos. Não que eu tenha de ser todo o tempo triste, e não o sou, mas Elliott ajuda. Ele me entende, de certa forma.

E ele era, além de tudo, um músico íntegro.

Por isso, para marcar a data, posto acima estes três clipes de Elliott Smith, para que vocês conheçam ao menos um pouco do seu trabalho.

Beijos e abraços, pessoal!

Um comentário:

Julius disse...

É dos grandes!