sexta-feira, 16 de dezembro de 2005

Funeral de Alguma Ciência

Texto novo...



Funeral de Alguma Ciência

uma legião, exato. esquizofrênico. cada momento, um foco. um fogo. todos os fogos, o fogo. o poeta lá dentro escreve. lá dentro, o ditador diz: “leia!”. padres e pastores tentam salvar almas. é necessário expulsar os demônios... dever apenas daquele, justamente o alvo. não, não há confiança. sem fé no devir. tantas vozes numa voz, tantas raças num só sangue: as marcas de uma era em que ser torna-se perigoso. calor e frio no mesmo dia. agora manhã – distração – tarde. água e óleo. sangue é vinho. hóstia é corpo. tudo se mistura, tudo se profana. todos os caos. ska fúnebre do absoluto. uma legião, inexatamente. quem é esquizofrênico, enfim? o ser ou a era?

Beijos e abraços, amigos viajantes!!

NA MINHA VITROLA: THE BEATLES - Golden Slumbers > Carry the Weight > The End > Her Majesty.

4 comentários:

Tiago Sbribows disse...

sempre se superando amigo...Abração pra ti...Andei sumido, mas fiquei feliz de voltar e ver que você continua um excelente escritor...Feliz natal e um ano novo realmente novo!

Catavento disse...

todos somos, porque somos seres, porque estamos nesse planeta em que a velocidade é o lema.

beijos

Anônimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! Suzuki rm125 service manual 88 toyota corrolla seat covers vs valtrex acyclovir Mild cellulitis picture pictures Mesotherapy face lift Anal masturbation male Automatic online bill payment

Anônimo disse...

Looking for information and found it at this great site... » » »